Jornal do Brasil – País – Procurador: “Pessoas que apoiavam investigação só queriam fim do governo Dilma e não da corrupção” 

Carlos Fernando dos Santos Lima comentou declarações de deputado que defende fim da Lava Jato

Fonte: Jornal do Brasil – País – Procurador: “Pessoas que apoiavam investigação só queriam fim do governo Dilma e não da corrupção” 

O procurador da República Carlos Fernando dos Santos Lima, que integra a força-tarefa da Lava Jato em Curitiba (PR), comentou a declaração do vice-presidente da Câmara, o deputado Fábio Ramalho (PMDB-MG), que defendeu um “tempo de validade” de “seis meses” para as investigações da operação Lava Jato.

“Esse parece ser o próximo passo do PMDB. Infelizmente, muitas pessoas que apoiavam a investigação só queriam o fim do governo Dilma e não o fim da corrupção”, afirmou o procurador no Facebook.

“Agora que Temer conseguiu com liberação de verbas, cargos e perdão de dívidas ganhar apoio do Congresso, o seu partido deseja acabar com a sua investigações. Mas, mesmo com todas as articulações do governo e de seus aliados, as investigações vão continuar por todo país”, complementou Carlos Fernando.

O deputado Fábio Ramalho disse, em entrevista para o Estadão, que as investigação “não pode ficar eternamente”.

“Defendo a Lava Jato, mas tem de ter prazo de término. O Brasil não vai aguentar isso o resto da vida. Além da corrupção, tem de se avançar na desburocratização do País, na segurança jurídica do País, nas reformas.” O deputado também defendeu um prazo de mais seis meses para a operação.

No começo de julho, o procurador já havia comentado sobre a liberação de verbas para emendas parlamentares pelo governo federal. Na época, Carlos Fernando disse que “Temer libera verbas à vontade” para salvar seu mandato.

Dias antes, ele também afirmou que o governo federal “sufoca” a Polícia Federal, destacando a falta de recursos para emissão de passaportes, cujo serviço estava suspenso. “Na Lava Jato a equipe da polícia foi significativamente reduzida. A quem isso interessa?”

1 comentário em “Jornal do Brasil – País – Procurador: “Pessoas que apoiavam investigação só queriam fim do governo Dilma e não da corrupção” 

  • Ora, Senhor Lima, não sejas hipócrita! Não sabias que considerável maioria das pessoas que protestavam contra a “corrupssaum” tinha ódio era do pobre? Claro que você sabia. Era só ver a cor, a roupa, a fisionomia deles. Nunca os vi numa manifestação por melhores salários, por uma educação e saúde publicas de qualidade. Greve? Jamais! Isso é coisa de baderneiro! Pois bem, quando tivemos um governo que a despeito dos erros e limitações, tirou milhares de pessoas das palafitas e colocou-os numa casa (Minha Casa Minha Vida); tirou 36 milhões de brasileiros – irmãos nossos! – da miséria; fez com que através do Bolsa-Família, as economias locais entrassem num círculo virtuoso, pois eram nos comércios locais que eram trocados o dinheiro desse benefício; quando levou luz a 15 milhões de lares que estavam como se estivessem no século XIX, ou seja, sem luz, sem qualquer energia elétrica que pudesse lhes trazer conforto, trabalho e estudo; quando aumentou em 77% acima da inflação o valor do salário mínimo e gerou 22 milhões de empregos; quando este mesmo governo, pagou a dívida com o FMI, passando a ser credor daquela instituição e tirou o país do terrível e vergonhoso mapa da fome, segundo a ONU, além de transformar o país no quarto em energia eólica, descobrir uma gigantesca área de petróleo na camada pré-sal, criou o BRICS, o Banco Brics, desenvolvia a energia nuclear para a construção de um poderoso submarino com propulsão nuclear, além de adquirir modernos caças suecos… o que fez a nossa elite tão zelosa com a “corrupssaum”? Colocou pra fora seu egoísmo, através do ódio e preconceito de classe e foi gritar contra aqueles que estavam no “seu” (faz-me rir!) aeroporto! No “seu” shopping! Na “sua” universidade! Que porra é essa, zé? Teu filho tá estudando? Ô Zé, deixa eu te falar: Teu filho vai ser o “zé” do meu filho, teu neto, o “zé” do meu neto. Tu tem que dormir às oito pra acordar às quatro e ordenhar minhas vacas!
    Portanto, senhor Lima, a tal farsa-jato (e você sabe disso) só tem um alvo! Ou seja, Com o golpe aniquilando os empregos, os direitos, a aposentadoria, a saúde, a educação, os salários e entregando nossas riquezas, esta operação – lava-jato – só serve para impedir que atrapalhem o saque ao país e a manutenção da casa-grande/senzala. É para isso que vocês servem. E vocês sabem disso. É pra isso que existe sergio moro (minúsculo mesmo). É pra isso que dallagnol não tem provas mas tem convicção. É pra isso que moro condena sem provas. Não importa a “corrupssaum”, importa é Lula não ser eleito e impedir e/ou reverter o saque pelo qual o golpe foi dado. Graças a mídia – a globo à frente – vocês tiveram seus quinze minutos de fama. Agora, o tal “povo”, aquele “das famílias inteeeiras” (como diziam repórteres da globo ao falar das manifestações contra a “corrupssaum”), os branquinhos, coxinhas, filhotes da matrix global, não batem panela (aliás, que coisa patética!), não se manifestam. Tiraram quem os incomodava, porque este cometeu o sacrilégio de pensar o país e tentar colocar o pobre como protagonista da sua vida.
    Vocês são responsáveis por isso, deixe de ser cínico, hipócrita. Não seja mais canalha que essa elite da qual o senhor faz parte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *