Na véspera do clássico contra o Vasco, Rueda diz que Fla não vai priorizar a Sul-Americana

Fonte: Na véspera do clássico contra o Vasco, Rueda diz que Fla não vai priorizar a Sul-Americana

Após a vitória sobre o Fluminense por 1 a 0, no meio de semana, o Flamengo ficou em boas condições para se classificar às semifinais da Copa Sul-Americana. Mas nem por isso, o Rubro-negro vai tratar a competição como prioridade. A um dia do clássico contra o Vasco, pelo Campeonato Brasileiro, Rueda falou sobre o assunto em entrevista coletiva, no Ninho do Urubu.

– Encaramos os dois campeonatos com a mesma seriedade, profissionalismo e atenção para buscar nossos objetivos. Sem priorizar – disse o colombiano.

É bom frisar que, se o Flamengo for derrotado pelo Vasco, no Maracanã, perde a sétima colocação para o maior rival na tabela.

Rueda não está preocupado com o fato de o técnico Zé Ricardo, do Vasco, conhecer bem os seus jogadores.

– É uma via de dois caminhos. Os jogadores daqui também conhecem seu estilo de jogo, suas decisões. O tempo que Zé Ricardo esteve no Flamengo o faz conhecer o time, os jogadores. Mas os daqui também o conhecem e sua forma de pensar – disse.

O treinador rubro-negro também falou sobre a situação de Paolo Guerrero, que se recupera de dores musculares na coxa esquerda e não deve disputar o clássico.

– Guerrero ainda está no departamento médico, mas quer jogar. Quer saber como está seu nível. Mas não foi liberado ainda. Ele ainda está fazendo uma transição e não foi possível liberar ainda. Tem um protocolo. Não queremos perdê-lo por mais tempo. O jogo do Peru será o mais importante de sua vida, mas primeiro queremos ele jogando por nós, pronto para nós.

Por fim, Rueda não quis entregar o Flamengo que entra em campo.

– Quem não puder jogar quarta, poderá jogar amanhã. E tem jogadores que precisam ser analisados para quarta. Vamos decidir ainda. O confronto é muito difícil contra o Vasco, mas temos que pensar também na quarta, contra o Fluminense. Vamos tomar a decisão ainda, pelo desgaste dos jogadores, mas não deverá ser muito diferente do que foi contra o Fluminense – finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *